2017 foi um ano especial. Deixei os intes e entrei nos intas… para já, fora o aparecimento de alguma barba branca e algumas maleitas nas costas, confesso que, ainda, não senti muito a diferença.

Para comemorar esta mudança, eu e a minha namorada, decidimos fazer uma viagem que, há muito, eu, pessoalmente desejava. Um cruzeiro pelo mediterrâneo! Durante 7 dias percorremos as águas, por vezes revoltas, do mar Mediterrâneo, Adriático e Jónico.

Do Luxemburgo, onde moramos, descolamos rumo a Veneza via Amesterdão. A cidade italiana recebeu-nos com uma temperatura bastante amena e com um sol tímido… Encontrar o terminal de cruzeiros revelou-se uma aventura superior àquela que, inicialmente, tínhamos previsto.

Depois de termos, finalmente, encontrado o “nosso mostro dos mares”, iniciamos o procedimento de embarque que, durou, quase uma hora! Acho que não me lembro de tantos controlos e procedimentos de embarque distintos e sequenciais…  O barco zarpou por volta das 17h locais, a bombordo fomos avistando os locais mais emblemáticos de Veneza, todo aquele turbilhão de barcos pelos seus milhares de canais e o banho de multidão em plena praça de São Marcos.

Dali a sete dias estaríamos de volta com a promessa de puder percorrer aquelas ruas… A próxima paragem seria a cidade croata de Split.